Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

MNE, Augusto Santos Silva encontrou-se com a Comunidade

IDT-N°/ : 4612
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Augusto Santos Silva chefiou  a delegação nacional ao Conselho de Direitos Humanos, nas Nações Unidas em Genebra, com uma agenda bem preenchida e teve ainda tempo para ouvir os problemas dos emigrantes portugueses

A convite de Sr. Consul Geral de Portugal em Genebra, Bruno Paes Moreira, estiveram presentes cerca de 50 representantes de associcações, empresários ou instituições portuguesas de Genebra, de Lausana e mesmo do Valais.

O Intuito deste encontro consistia em  poderem conviver e conversar com o sr Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, de visita a Genebra, chefiando  a delegação nacional ao Conselho de Direitos Humanos, que teve lugar nos  dias 24 e 25 de fevereiro,  nas Nações Unidas em Genebra. O segmento de alto-nível teve início na manhã do dia 24 com a intervenção da Presidente do Conselho dos Direitos Humanos, Elisabeth Tichy-Fisslberger. Seguiu-se depois intervenções do Presidente da Assembleia-Geral das Nações Unidas, Tijjani Muhammad-Bande, do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, da Alta Comissária para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, e do Ministro dos Negócios Estrangeiros suíço, Ignazio Cassis.

À margem do Conselho de Direitos Humanos, o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros teve ainda outros encontros e este não menos importante, que teve lugar no Consulado de Portugal em Genebra: encontro com alguns membros da comunidade portuguesa.

Dado a agenda super ocupada do sr. Ministro aproveitámos para entrevistar o Sr Consul Geral de Portugal em Genebra, Bruno Paes Moreira, para nos dar melhor a conhecer o objetivo deste encontro. 

Augusto Lopes ( AL): Sr. Consul  Bruno Paes Moreira (BPM),  este encontro com a Comunidade Portuguesa estava já agendado há muito tempo?

(BPM):   A intenção do Senhor Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Professor Doutor Augusto Santos Silva, em manter um encontro informal com membros da nossa Comunidade, por ocasião da sua vinda a Genebra para participar no segmento de alto nível da 43ª sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, foi-me transmitida quando se começou a preparar o programa da sua deslocação. Porém, só a uma semana da vinda do Senhor Ministro foi possível agendá-lo em concreto, atendendo ao programa muito intenso do Senhor Ministro no âmbito multilateral, com modificações de última hora, como é corrente nestas ocasiões.

Conforme referi nas minhas palavras introdutórias aqui no Consulado, no começo do encontro, o empenho do Senhor Ministro Augusto Santos Silva na realização desta sessão com a nossa Comunidade foi uma manifestação de vontade e um gesto bem significativos do seu interesse e consideração para com a nossos compatriotas aqui radicados, o que para mim, enquanto Cônsul Geral, não me podia deixar mais satisfeito.           

AL: Este encontro o sr ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva e que teve também a presença de Sr Embaixador de Portugal em Berna, reuniu vários representantes de associações, empresários, professores, luso-eleitos e restante sociedade civil ou instituições portuguesas da Suiça. Tiveram assim a ocasião de expôr e dar a conhecer vários problemas que têm em levar adiante os seus projetos, no entanto, nada registou. O Sr. Consul Geral conhecia estes problemas apresentados por estas pessoas? 

O que pensa poder ser feito para melhorar alguns aspetos, por exemplo relacionados com o facto de haver cada vez menos alunos a estudar português, a falta de funcionários a nível consular, o ensino do português no estrangeiro, ou ainda a troca automática de informação em matéria fiscal.

(BPM):   Efetivamente, estiveram presentes no encontro um diversificado conjunto de membros ativos e bem representativos da nossa importante e respeitada Comunidade radicada na área de jurisdição do Consulado Geral em Genebra. O Senhor Ministro quis auscultar de forma franca e aberta as questões e preocupações que esses representantes da nossa sociedade cível lhe entenderam colocar ou transmitir. Naturalmente, como Cônsul Geral conheço essas questões e estou empenhado, na medida das minhas capacidades e competências, em incentivar os projetos da nossa Comunidade e procurar, ou ajudar a procurar, em estreita articulação com a nossa Embaixada em Berna, soluções para os problemas existentes.

Sobre as questões do ensino da língua portuguesa, que obviamente merecem a minha atenção, não me cabe, no entanto, pronunciar-me sobre elas, mas sim a coordenação do ensino de português na Suíça junto da nossa Embaixada em Berna, o interlocutor institucional com competência nessa matéria.   

Relativamente à questão dos funcionários no Consulado Geral em Genebra, naturalmente que gostaria que este Consulado pudesse contar com a equipa mais numerosa possível, tanto em Genebra como em Sion, sendo, no entanto, agora a prioridade conseguir-se o provimento do cargo de chefe de chancelaria e contabilidade do Posto. Aliás, decorre presentemente um procedimento concursal com esse fim. No que respeita à troca informática de informações em matéria fiscal, são questões que têm um enquadramento já conhecido pela nossa Comunidade, o que não impede que esteja atento e sensível ao seu impacto junto de membros da nossa Comunidade.       

AL: Dado que o horário deste encontro coincide com o fim do horário laboral muitos portugueses estiveram presentes. como se sente ao ver que a nossa comunidade emigrante aderiu bem ao convite do Consulado em estar  presente sobretudo porque houve presente dirigentes de associações que vieram do cantão do Valais e de Lausana.

(BPM):   Como bem assinala, e apesar do encontro ter decorrido em dia de semana e em sobreposição com o final da jornada laboral, foi-me muito grato verificar que muitos dos nossos estimados compatriotas corresponderam a esta chamada para o encontro com o Senhor Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, alguns inclusive provenientes do Vaud e do Valais – o que lhes agradeço!  

AL: Está prevista a vinda de outros ministros ou outros Órgãos do Governo Português ainda este ano a Genebra?

(BPM):   De momento não tenho informação quanto a isso.

Augusto Lopes
Autor escritor / colaborador / correspondente
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Contactar o Autor via : Webmaster  Perfil: Info

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Candidatura de Rui Gomes da Silva às eleições do Benfica formalizada na Luz https://t.co/1aF5z3dRXo
Francisco Guerreiro recusa financiamento de atividades tauromáquicas pela PAC https://t.co/Hg6x5sNqDW
"É necessário assegurar a diversidade geográfica da abertura das mesas de voto", Pedro Rupio https://t.co/rZo1l8mTns
Follow Jornal das Comunidades on Twitter