Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Dirigente do PCP Aurélio Santos morreu aos 88 anos




Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Lisboa, 01 out (Lusa) – O dirigente do PCP Aurélio Santos morreu no sábado, aos 88 anos, estando as cerimónias fúnebres agendadas para segunda-feira, informou hoje o Partido Comunista Português, em comunicado.

Aurélio Santos nasceu em Vilar de Torpim, distrito da Guarda, em 1930, e “desde muito jovem participou na luta antifascista”, nomeadamente no movimento estudantil, enquanto estudante de Medicina, em Lisboa, segundo a nota do PCP.

Da biografia consta a detenção em 1953, depois de julgado em Tribunal Plenário e condenado a dois anos de prisão, tendo estado nas prisões do Porto, do Aljube e de Caxias.

Dois anos depois, aderiu ao PCP e passou à clandestinidade em 1957.

Aurélio Santos integrou o Comité Central do PCP de 1965 a 2004.

Após o 25 de Abril, foi chefe de gabinete do histórico líder comunista Álvaro Cunhal no primeiro Governo provisório e “deu uma valiosa contribuição para divulgar a revolução portuguesa no estrangeiro” enquanto responsável da secção internacional do PCP entre 1974 e 1975, segundo a mesma nota do partido.

Foi ainda responsável pela secção de Informação e Propaganda, do Gabinete de Imprensa e pela Organização do Setor de Artes e Letras, e integrou a comissão junto do Comité Central para a cultura literária e artística, bem como a direção da Festa do "Avante!".

O PCP recorda o dirigente também enquanto mandatário nacional da candidatura de Jerónimo de Sousa à presidência da República em 1996, membro da Comissão Executiva Nacional (1990-1992) e a Comissão Central de Controlo de 1996-2008.

Foi ainda membro do Conselho Nacional da União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP).

“À sua família, em particular às suas filhas, o secretariado do Comité Central endereça as mais sentidas condolências”, lê-se ainda no comunicado, que informa que o corpo de Aurélio Santos estará em câmara ardente a partir das 09:00 de segunda-feira, na casa mortuária da igreja de S. Francisco de Assis, Av. Afonso III, em Lisboa.

Deste local, o funeral partirá às 16:45, para o cemitério do Alto de S. João, onde o corpo será cremado pelas 17:30.

Pub





The Sol Ar Vinhos de Portugal

Eventos este Mês

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
15
16
17
18
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

Pub Google

Últimos Tweets

Luto, de luto, pelas nossas aldeias! https://t.co/LWfW6WyDyg
Incêndios: Força Aérea passa a ter gestão e operação dos meios aéreos – Costa https://t.co/XLi3wKNGPa
O risco de deportação de meio milhar de portugueses nos EUA https://t.co/yCBq5DbF52
Follow Luso.be - Bélgica on Twitter