Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Velocidade máxima na circunvalação de Bruxelas reduzida para 100 km/h

IDT-N°/ : 5774

Convide os seus amigos

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 


A região de Flandres anunciou que, a partir do dia 1 de setembro, a velocidade máxima autorizada na sua secção da circunvalação de Bruxelas será reduzida de 120 para 100 km/h. Já nos 15 quilómetros que se encontram na região da Valónia a opção será continuar com uma gestão dinâmica tendo em conta o trânsito. 

Na sexta-feira, a Ministra flamenga da Mobilidade, Lydia Peeters, anunciou que a redução do limite máximo de velocidade na secção flamenga do "anel de Bruxelas", de 120 para 100 km/h, entrará em vigor a 1 de setembro. Esta decisão foi saudada pela sua homóloga de Bruxelas, Elke Van den Brandt, que assegurou que a mesma medida se aplicará à secção gerida pela Região da Capital. Já a ministra responsável pela segurança rodoviária da Valónia, Valérie de Bue, defendeu que a redução do limite de velocidade na secção gerida pela sua região deverá ser feita de acordo com a densidade do trânsito. 

Com um comprimento total de 75 quilómetros, a circunvalação de Bruxelas é partilhada entre as três regiões do país. A região da capital gere 5,5 quilómetros, a Valónia cerca de quinze – em que o limite de velocidade é maioritariamente de 120 km/h – sendo que a restante parte do anel é gerido pela região de Flandres.

A redução da velocidade na circunvalação de Bruxelas é uma das 350 medidas inseridas no Plano Climático da Região de Flandres, com o objetivo de combater as alterações climáticas. Segundo o governo belga, a nova limitação à velocidade reduzirá as emissões em 0,13 megatoneladas até 2030. 

Rúben Castro
Jornalista da luso.eu CC46 A
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

 Entre em contacto : Rúben Castro Perfil: Info

Nascido em 1990, no Funchal, estudou Ciências da Cultura na Universidade da Madeira e Jornalismo na FCSH/Universidade Nova de Lisboa. Neste momento vive em Bruxelas, onde colabora com vários órgãos de comunicação social. É um dos 55 Embaixadores da Juventude da ONE na Bélgica, uma ONG focada no combate à pobreza extrema e às desigualdades.

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

EU APOIO O Luso.eu

Últimos Tweets

COVID-19: Caminha desce um patamar no risco de incidência https://t.co/S6wcQPaDYr
COVID-19: Caminha desce um patamar no risco de incidência https://t.co/dk5855voj2
Federação Colombiana de Futebol anuncia saída do treinador português Carlos Queiroz https://t.co/NGeQ1RfcAq
Follow Jornal das Comunidades on Twitter