IDT-N°/ : 5974
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Renato Silva, fotógrafo português, visitou Berlim pela primeira vez há mais de uma década. Apaixonou-se pela cidade e depois de doze anos já se sente em casa. Quando ali chegou, perdeu-se na imensa linha ferroviária berlinense e foi explorar a periferia, muito longe do frenesim daquela, que ainda hoje é, considerada a mais badalada cidade da Europa.

IDT-N°/ : 5911

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Ele já era rua. Um lugar comum. Era no início da avenida Louise, entre as campainhas dos elétricos e o frenesim do comércio de luxo, onde fazia a sua casa. Desde junho, quando parte da nossa liberdade foi restituída, que aquele espaço na avenida passou a ser seu. Durante os meses seguintes, assumi um estranho sentimento de normalidade ao vê-lo ali, estático, imóvel, como se alguém tivesse colocado um novo adereço na movimentada rua de Bruxelas. 

Pág. 1 de 12

Últimos Tweets

Covid-19: Hospitais privados reiteram disponibilidade para responder à pandemia https://t.co/ZdagRCrsWi
Yes! à Studio du Chien Marin https://t.co/fy8O6bbtQd
OE2021: BE diz que orçamento “é de rotina”, mas assume compromisso em caso de mudança https://t.co/Le1JvWfcWy
Follow Jornal das Comunidades on Twitter