domingo, 26 junho 2022

Dinamite

Jun. 21, 2022 Hits:46 Opinião

UM NOVO DEUS (Crónica)

Jun. 21, 2022 Hits:90 Crónicas

A cidade desperta

Jun. 15, 2022 Hits:176 Crónicas

Quantos dias tem a semana

Jun. 05, 2022 Hits:370 Crónicas

Aventuras (Crónica)

Jun. 02, 2022 Hits:165 Crónicas

A Outra Cena da Filosofia

maio 30, 2022 Hits:170 Crónicas

Na terra dos gnomos

maio 30, 2022 Hits:518 Crónicas

O Futuro é a Europa

maio 26, 2022 Hits:430 Opinião

Do Dia da Europa aos desa…

maio 25, 2022 Hits:101 Opinião

Crie o seu futuro: mesmo quando não consegue ver o que vem a seguir





A sua generosidade permite a publicação diária de notícias, artigos de opinião, crónicas e informação do interesse das comunidades portuguesas.


É algo que escutamos muitas vezes: “Sei que preciso mudar, mas estou preso.” Muitas vezes é seguido por: “Eu vejo-me nesse padrão, mas continuo a fazer isso de qualquer maneira!”
O meu coração é, também, tocado por: “Como posso criar algo melhor quando não consigo ver o meu futuro?”

Sentimos a dor disso. O vazio. E, no entanto, o potencial para algo melhor ainda está lá – mesmo que não o vejam.
 
Na verdade, o nosso potencial só é limitado pelo que acreditamos ser verdade. Se não podemos ver a possibilidade, é por nossa conta. E essa é a boa notícia. Podemos fazer algo a respeito!
 
Se se sente culpado porque não consegue ver o que vem a seguir na sua vida, pode haver uma boa razão para isso.
Não podemos ver o que não queremos ver. Isso não significa que você não quer ser realizado, mas pode significar que está a investir para ficar confortável e seguro. E para alguns, até mesmo a possibilidade de arriscar uma deceção pode parecer demais.
 
Se quer criar algo melhor, mas sente-se preso, aqui está uma das melhores maneiras de se libertar:
Enfrente o que está a evitar.
Você não pode ver o seu futuro se o estiver a evitar.
Se está infeliz na sua posição atual, mas não está a procurar outra, está a evitar algo que precisa ser enfrentado.

Tente isto: comece simplesmente a olhar. Observe quais os sentimentos ou pensamentos que surgem quando se senta para fazer isso.
O que há? Um medo de ser rejeitado?  Ser dito que não é suficiente? Que não é tão bom quanto pensava que era?
Sinta a vulnerabilidade e movido por ela faça uma pequena coisa assustadora por dia.

O que tem evitado pode muito bem ser “o caminho” para o futuro que deseja.

Convide o universo para fazer o trabalho consigo – 'construa e eles virão’.😍
Daqui a alguns meses, o que terá criado❓

Luso.eu - Jornal das comunidades
Luís Picado com Florbela Fidalgo
Author: Luís Picado com Florbela FidalgoEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicione o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

Não perca as promoções e novidades que reservamos para nossos fiéis assinantes.
O seu endereço de email é apenas utilizado para lhe enviar a nossa newsletter e informações sobre as nossas actividades. Você pode usar o link de cancelamento integrado em cada um de nossos e-mails a qualquer momento.

TEMOS NO SITE

Temos 1311 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

News Fotografia