Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

Andamos a dormir!

Convide os seus amigos

Votos do utilizador: 1 / 5

Estrela ativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 


Caro leitor, se abriu este texto na esperança de encontrar um testemunho que tenha por objetivo levar mais uns quantos para junto da carneirada, poupo-lhe já o seu tempo, diga-se precioso – pelo menos enquanto ninguém se lembrar de nos fechar em casa novamente.

O que me apraz falar hoje é a falta de capacidade crítica da nossa sociedade. Pojados de falácias, sofismas e/ou paralogismos, chegam-nos todos os dias textos desprovidos de raciocínio lógico e de um simples compromisso para com a verdade (1). Se o ser humano tem uma tendência natural para se achar especial, já comprovado pela ciência, esse resultado da seleção natural da nossa evolução hoje em dia é obsoleto (2). O mundo NÃO É como cada um de nós o vê, pois isso resulta de complexos circuitos neurais de perceção, assimilação e sobretudo interpretação, condicionados pelos acontecimentos que cada um de nós viveu e a forma como os integrou – ou seja o que aprendeu (ou não).

Ora vejamos. As medidas preventivas relacionadas com a covid têm realçado a falta de equilíbrio na sociedade. Por um lado, alguns fingem não existir e ser meramente uma farsa dos media/poderes políticos para reduzir custos da segurança social. Ok, mesmo que fosse, vamos contribuir para que isso aconteça (morte/sofrimento de inocentes)? A máscara é na verdade o melhor ato de altruísmo, mas infelizmente é vista como um objeto prescindível. Que ato egoísta! Outros, utilizam este medo como escape às responsabilidades da vida. Têm medo de levar os filhos à escola numa 2.ª feira porque podem ser infetados, mas para irem com amigos de outras turmas/escolas para o shopping ao domingo, ou estarem 20 e tal pessoas numa festa em espaço fechado sem máscara está tudo bem! É esta falta de equilíbrio e discernimento que me incomoda. Quer-se garantias de segurança por parte das entidades, quando nos comportamentos individuais são completamente displicentes! Vem uma pandemia alterar por completo a vida na Terra, e mesmo que seja obra de maldade humana, deixar esses “malfeitores” levarem a sua avante não se protegendo disso. Oh, triste ignorância!

A vida é um absurdo (3), ou seja, não adianta andarmos em demasiados planos porque há tanta coisa que não dominamos. Mas também não é preciso alienarmo-nos do pensamento e tentar tomar as decisões mais equilibradas com a informação que dispomos. É certo que hoje em dia, até para filtrar, já é necessário ter algum conhecimento. Por isso mesmo deveríamos dar voz a quem realmente percebe e não andar a arrotar postas de pescada só porque se tem X mil followers no Instagram.

 O meu apelo à nossa sociedade é o seguinte: cultivem o pensamento crítico! Para tal, informem-se bem, partilhem ideias e tentem perceber a perspetiva de terceiros. Saber pensar é algo que coloca o poder de muita gente em causa. Torna-nos menos manipuláveis e isso é uma afronta para os maus líderes. Por isso é que não nos ensinam a pensar. Na minha opinião, a filosofia deveria ser ensinada desde tenra idade – obviamente, devidamente adaptada às crianças e adolescentes – mas isso poderá implicar que o sistema atual já não funcione. Deixo este tema para um outro devaneio.

1 - “Um mundo infestado de demónios” – Carl Sagan
2 - “O Budismo tem razão” – Robert Wright
3 - “O Estrangeiro” – Albert Camus

Afonso Franco
Colunista
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor.

Afonso Franco é um professor e personal trainer apaixonado pelo exercício físico, sobretudo no sentido profilático e do desenvolvimento holístico do ser humano. Dedica o seu dia a dia a ensinar crianças e adultos em contextos de escola, ginásio, clínica e desporto de alta competição. Licenciado em Ciências do Desporto e Mestre em Ensino, conta com mais de dez anos de experiência nestas áreas. Interessa-se por filosofia e neurociência.

Textos deste autor:

RECOMENDADOS PARA SI

Últimos Tweets

Gulbenkian distingue projeto de investigação da UC em computação quântica https://t.co/4KtUVSxDRE
Gulbenkian distingue projeto de investigação da UC em computação quântica https://t.co/phjYEY0Rnp
Especialista da Universidade de Coimbra integra grupo de trabalho da Organização Mundial de Saúde https://t.co/4HUnC632sv
Follow Jornal das Comunidades on Twitter