Colocámos cookies no seu computador para melhorar a sua experiência no website. Ao utilizar o site, está a concordar com o seu uso. Ler mais

Lusoproductions  has placed cookies on your computer to help improve this site. By using this site, you are consenting to its usage. Ler mais

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Realizou-se nos passados dias 7,8 e 9 de Abril a décima quarta edição da Feira de Nanterre, uma linda cidade dos arredores de Paris, onde vive uma grande comunidade portuguesa. Para além dos produtos típicos de Portugal como os vinhos, queijos, enchidos e artesanato,  o evento contou também com uma grande variedade de actividades culturais.

Estiveram presentes vários grupos de folclore, bombos e bandas musicais, muito conhecidas dos nossos emigrantes.

O evento organizado pela ARCOP (Associação Recreativa e Cultural dos Originários Portugueses de Nanterre)  teve lugar no Espace Chevreuil, 97-109 avenue de la Liberté, e mais uma vez contou com a presença de vários parceiros entre os quais  a Câmara Municipal de Amarante, Bragança, Monção, Melgaço, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro, Montalegre, Montemor-o-Novo, Ribeira de Pena, Ponte da Barca, Tarouca, Torre de Moncorvo, Paredes de Coura Pombal, Vinhais, Vimioso, Vieira do Minho, Vila Verde, Vila Flor, Seia e Arcos de Valdevez. Estiveram presentes também empresas que vieram a título privado como a CGD e outras.

A Rádio Alfa, a única rádio de língua portuguesa da região de Paris, teve mais uma mais vez um programa em directo da Feira.
O escritor e advogado Sérgio Gave Fraga esteve presente para apresentar o seu livro "Sim, tu és capaz" ao público presente e encetamos contactos para uma eventual apresentação em Bruxelas.

A Luso produções marcou igualmente presença pela primeira vez e entrevistou o único deputado presente no encerramento, Deputado Carlos Gonçalves, eleito pelo círculo da Europa e ainda o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez Dr. João Esteves.

O Deputado Carlos Gonçalves, agradeceu e felicitou os organizadores deste iniciativa, que foi pioneira no seio das comunidades e realçou o papel muito importante desempenhado pelas comunidades portuguesas no contexto da economia nacional e as 45.000 empresas com donos portugueses existentes em França, alguns com largas dezenas de trabalhadores e o papel fundamental das remessas dessas mesmas comunidades espalhadas pelo mundo, que excedem em valor o montante das remessas dos fundos europeus. Também mencionou que é importante levar as comunidades a sério.

O presidente da Câmara de Arcos de Valdevez Dr. João Esteves, Arcos de Valdevez, onde Portugal se fez, destacou a importância da diáspora para atrair turistas e investidores para o concelho, que tem uma política direcionada para as comunidades e que deverá ser um modelo a seguir pelos outros concelhos. Não foram somente referidos os vários investimentos industriais oriundos de França, Estados Unidos e Canadá de pessoas ligadas ao concelho, como também  os cerca de 80.000 turistas que passaram pelo centro do turismo e que vieram a convite de pessoas do concelho. O maior número de turistas a visitar a região  é oriundo de França e não de Espanha como seria expectável, o que prova bem a influencia dos emigrantes no crescimento do nosso turismo.

Pub


Conecte-se

Se deseja inscrever-se na nossa newsletter, Digite seu endereço de e-mail.