Faça login na sua conta

Usuário *
Senha *
Lembre de mim

Crie a sua conta aqui!

Os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Usuário *
Senha *
Verifique a senha *
Email *
Verificar e-mail *
Captcha *
Reload Captcha
quarta-feira, 23 junho 2021

Covid-19: Subestimámos falta de capacidade de produção de vacinas - Von der Leyen


(Lusa) – A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, reconheceu hoje que foi subestimada a “falta de capacidade de produção em massa” da vacina da covid-19, salientando que pode ser acelerada a introdução de novas vacinas no mercado.

“Subestimámos a falta de capacidade de produção em massa, uma produção rápida por parte das empresas farmacêuticas e, olhando agora para o futuro, penso que podemos ainda reduzir o tempo do processo regulamentar de aprovação da introdução das vacinas no mercado”, disse Von der Leyen numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli.

“Vemos que agora há problemas também na escala de produção [de vacinas da covid-19], há um estrangulamento nas cadeias de abastecimento em termos de matérias-primas e de capacidade de produção em grande escala”, acrescentou Von der Leyen.

“As coisas estão agora a avançar, estamos a trabalhar com as empresas farmacêuticas, que têm também as suas responsabilidades em termos de entregas mundiais”, sublinhou a líder do executivo comunitário.

A presidente da Comissão referiu ainda que os responsáveis das farmacêuticas “eles são muito claros, dizendo que mesmo que houvesse milhares de milhões [de euros] investidos, não poderiam entregar mais doses, porque é preciso desenvolver as vacinas”,

Ursula von der Leyen referiu ainda que “muito foi feito nos últimos dez meses para termos agora três vacinas e podermos começar a vacinar”.

António Costa, em representação do Conselho da União Europeia, cuja presidência Portugal assume este semestre, Sassoli e Von de Leyen assinaram hoje, em Bruxelas o regulamento que cria o Mecanismo de Recuperação e Resiliência.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.355.410 mortos no mundo, resultantes de mais de 107,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Luso.eu - Jornal das comunidades
Redacção
Author: Redacção
Para ver mais textos, por favor clique no nome do autor
Lista dos seus últimos textos

Adicionar o seu comentário aqui!

luso.eu Jornal Comunidades

TEMOS NO SITE

Temos 225 visitantes e 0 membros em linha

A SUA PUBLICIDADE AQUI?

EVENTOS ESTE MÊS

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

News Fotografia

Ad Bottom