Montenegro ameaça com demissão e PS admite "viabilizar" OE2025

Foto: Arquivo / Tony da Silva


Luís Montenegro, primeiro ministro, ameaça demissão se não viabilizar Orçamento do Estado (OE2025); Alexandra Leitão, líder parlamentar do PS, estabelece limites para negociações; Pedro Nuno Santos rebate afirmações de Montenegro.

2 minutos de leitura

O primeiro ministro, Luís Montenegro, ameaçou demissão se o Governo não viabilizar o Orçamento do Estado (OE2025). Durante a conferência Millennium Talks, em Lisboa, ontem, o PM declarou que "se o país quer fazer o mesmo que foi feito nos últimos anos, então tem de escolher outro Governo".

Por sua vez, a líder parlamentar do PS, Alexandra Leitão, disse que o partido não será um "fator de instabilidade" e que estabeleceu limites para as negociações, como a baixa de IRC e o IRS Jovem. Ela argumentou que ir para eleições seria mau para o país e que o Orçamento do Estado deve ser aprovado com a participação do Parlamento.

Já Pedro Nuno Santos, também do PS, rebateu as afirmações de Montenegro, afirmando que o Governo é responsável por apresentar um Orçamento viável e garantir as condições para sua aprovação.

A liderança do PS admite que trabalhará e negociará para viabilizar o OE2025, mas considera que o Governo é o responsável por apresentar um plano viável.

 

EMBAIXADA DE PORTUGAL

NOTÍCIAS RECENTES

Colunistas

Ambiente

Boletim informativo

FOTO DO MÊS

We use cookies
Usamos cookies no nosso site. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar a experiência do utilizador (cookies de rastreamento). Você pode decidir se permite os cookies ou não. Tenha em atenção que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.